Perguntas frequentes2020-12-14T14:54:22-05:00

Perguntas frequentes

Questões gerais

Quem administra a IAF?2020-11-16T10:45:05-05:00

Somos administrados por um conselho de diretores bipartidário nomeado pelo presidente dos Estados Unidos e confirmado pelo Senado dos E.U.A. Os membros são originários tanto do setor privado quanto do governo federal. O conselho indica um presidente, que atua como nosso principal executivo.

Como vocês são financiados?2020-11-16T10:50:55-05:00
  • O Congresso dos E.U.A. destina fundos diretamente para a IAF todos os anos. Isso representa nossa maior fonte de fundos.
  • Também recebemos transferências entre agências para tratar de prioridades estratégicas dos E.U.A. usando nosso modelo exclusivo de desenvolvimento comunitário.
  • Diversificamos nossas fontes de fundos através de parcerias estratégicas com os setores corporativo e filantrópico.
  • Nossos parceiros donatários mobilizam recursos locais para cada doação que custeamos. Geralmente, a quantidade de recursos que eles empenham excede os dólares de contribuintes dos E.U.A. que investimos. Ao solicitar uma contribuição em contrapartida, maximizamos a sustentabilidade e garantimos que as comunidades se responsabilizem pela resolução dos desafios locais de desenvolvimento.
  • Aceitamos doações privadas e dedutíveis de impostos para fazer progredir o desenvolvimento comunitário na América Latina e no Caribe. Você pode fazer doações para nós diretamente.
O que diferencia vocês de outras agências ou financiadoras?2020-11-16T10:55:06-05:00

Um grupo bipartidário de visionários no Congresso dos E.U.A. fundou a IAF há mais de 50 anos para tratar de sua preocupação de que o governo dos E.U.A. precisava ter um melhor desempenho no direcionamento de auxílio de desenvolvimento a países estrangeiros para os povos mais vulneráveis e carentes das Américas. Eles queriam uma agência alinhada com as prioridades das políticas estrangeiras dos E.U.A. e complementares em relação a canais existentes dos E.U.A. de assistência a países estrangeiros.

Aprimoramos um modelo de desenvolvimento que nos diferencia das seguintes maneiras:

  • Com quem trabalhamos. Alcançamos organizações comunitárias e da sociedade civil que trabalham no nível comunitário e geralmente estão apenas começando a atuar. Destinamos fundos para áreas e populações carentes.
  • Quem dirige o processo. Colocamos as pessoas locais no centro, catalisando suas próprias soluções. Acreditamos que o progresso do desenvolvimento tem melhor sustentação quando as organizações locais estão de posse das ideias e as colocam em ação.
  • Como executamos o financiamento. Fornecemos pequenas quantidades de verbas diretamente às organizações locais em vez de contratados internacionais ou governos estrangeiros.
  • Como nos adaptamos. Podemos rapidamente ativar ou desativar, articular ou acelerar fluxos de verbas conforme as condições do cenário mudam, o que é raro nos modelos tradicionais de assistência a países estrangeiros.
  • Como economizamos dinheiro para maximizar os fundos disponíveis para as doações. Mantemos os custos baixos ao mantermos uma operação enxuta com uma equipe de menos de 50 funcionários, sem escritórios em países estrangeiros. Também compartilhamos serviços administrativos principais com outras agências. Isso resulta em uma taxa bastante baixa para operar a fundação – somente 8%.
  • Como responsabilizamos nossos parceiros donatários por resultados sustentáveis. Realizamos um engajamento intenso com nossos parceiros donatários, construímos relacionamentos baseados na confiança e nos conectamos com eles para criar oportunidades de aprendizagem entre pares e parcerias entre setores. Exigimos que eles reportem seu progresso nas metas dos projetos a cada seis meses e que auditem suas finanças regularmente. Desafiamos nossos parceiros continuamente em direção à sustentabilidade e à autoconfiança.

Nossa estrutura administrativa bipartidária público-privada garante que nos beneficiemos da experiência do setor privado e trabalhemos pelo interesse nacional de longo prazo dos E.U.A. Nosso trabalho com parceiros donatários promove:

  • empoderamento econômico
  • paz e segurança
  • inclusão na governança democrática local
  • resiliência comunitária a choques ambientais, econômicos, sociais e políticos.
Uma doação tão pequena como uma de US$ 50.000 pode realmente fazer alguma diferença?2020-11-16T11:01:52-05:00

Sim. Veja como:

  • Sabemos como selecionar nossos parceiros donatários. Apoiamos grupos comunitários com boa reputação em atividades de autoajuda participativa, que estão dispostos a investir seus próprios recursos. Aprovamos todos os nossos parceiros através da embaixada dos E.U.A. no país respectivo antes de nos comprometermos com o financiamento.
  • Respondemos a iniciativas locais. Não impomos projetos de cima para baixo; em vez disso, os construímos com base nas ideias e no compromisso das pessoas locais.
  • Encorajamos processos financeiramente sustentáveis, com renda gerada pelos parceiros donatários ou com recursos alavancados dos setores público e privado.
  • Apoiamos abordagens inovadoras que sejam replicáveis e adaptáveis em outras situações. Outras comunidades aprendem esses métodos e multiplicam o impacto das atividades do projeto.
O que é desenvolvimento comunitário/de base?2020-11-16T10:58:29-05:00

Usamos o termo “desenvolvimento comunitário” para o processo em que as pessoas carentes se organizam localmente para melhorar o bem-estar de suas famílias, comunidades e sociedades. O que essas pessoas elaboram é geralmente holístico, abordando múltiplas necessidades sociais, culturais e econômicas. Acreditamos que uma abordagem orientada pelas pessoas é essencial para promover tanto economias prósperas e equitativas quanto sociedades democráticas. Para colocar as pessoas em primeiro lugar, enfatizamos a participação e as redes comunitárias e investimos em tornar as organizações mais fortes e mais representativas em relação às comunidades a que servem.

Quais são seus princípios orientadores?2020-11-16T11:06:24-05:00
  • Investir nas pessoas e em suas organizações
  • Canalizar fundos diretamente para a sociedade civil
  • Promover o empreendedorismo, a inovação, a inclusão e a autoconfiança
  • Fortalecer as práticas democráticas
  • Empoderar as pessoas vulneráveis para que resolvam os desafios que enfrentam
  • Tratar os parceiros com respeito e empatia
O que vocês conseguiram realizar?2020-12-10T11:48:41-05:00

Temos sido líderes no reconhecimento de iniciativas comunitárias como um fator crítico no desenvolvimento sustentável da América Latina e do Caribe. Desde 1972, temos apoiado mais de 5.400 organizações em 35 países. Ao longo do tempo, temos investido consistentemente na produção alimentar e na agricultura, no desenvolvimento empresarial, educação e treinamento, engajamento cívico e inclusão social e econômica.

Juntamente com nossos parceiros donatários, testamos modelos participativos e economicamente rentáveis para o desenvolvimento social e econômico. Esses modelos têm resultado em empreendimento autossustentáveis e têm sido replicados e expandidos por agências governamentais e de grandes doadores, melhorando as condições de centenas de milhares de famílias carentes de todo o hemisfério.

Mais especificamente:

  • Nosso modelo de financiamento de iniciativas comunitárias locais, em vez de indivíduos ou organizações internacionais, veio a ser reconhecido como uma melhor prática de desenvolvimento.
  • Fornecemos financiamento sustentado e apoio técnico a organizações comunitárias de maneiras que, de acordo com nossos parceiros donatários, as outras organizações não fazem. Cerca de 30 por cento de nossos novos parceiros donatários nunca receberam apoio nem do governo dos E.U.A. nem de um doador internacional.
  • Nossas trocas de compartilhamento de conhecimento entre parceiros donatários criaram um ambiente capacitador para a disseminação de inovações baseadas no campo.
  • Ao apoiar setores filantrópicos locais, criamos as condições necessárias para reduzir a dependências das organizações da América Latina e do Caribe em relação ao auxílio dos E.U.A. para países estrangeiros, respondendo a nossa missão original e às críticas comuns à assistência a países estrangeiros.
Quais são os resultados do financiamento da IAF?2020-11-16T11:15:37-05:00

O desenvolvimento comunitário funciona. Além de engajar as pessoas na melhoria de suas próprias condições, ele também gera uma cidadania responsável. Para medir o impacto de nosso investimento, monitoramos os resultados de nossos projetos sistematicamente usando indicadores elaborados para mensurar seus resultados tangíveis e a capacidade cívica de indivíduos, organizações e comunidades.

Durante nossa história de 50 anos, alcançamos muitos marcos concretos, incluindo:

  • Financiamos o primeiro programa de microcrédito da América do Sul quase uma década antes da fundação do Banco Grameen de Bangladesh, que popularizou a ideia de microfinanciamento para desenvolvimento comunitário.
  • Investimos em associações de agricultores, artesãos e outros produtores para refinar seus produtos, escalá-los, comercializá-los efetivamente e exportá-los. Por exemplo, El Ceibo, uma federação de agricultores de subsistência da Bacia Amazônica da Bolívia, tornou-se a primeira organização do mundo a exportar cacau orgânico e chocolate para mercados internacionais de alto padrão. Hoje, é uma das maiores exportadoras de chocolate da Bolívia.
  • Criamos uma organização de associação de fundações corporativas da América Latina, a RedEAmérica. Indo além das esmolas de caridade, ela se tornou uma líder regional na canalização de investimentos do setor privado para projetos de desenvolvimento dirigidos a comunidades. Hoje, ela é uma entidade independente com 80 membros em 13 países.
  • Como uma das primeiras financiadoras internacionais a financiar organizações de afrodescendentes nos anos 1970, assumimos uma papel de liderança ao encorajar o trabalho dessas organizações de promover os direitos, o reconhecimento e a inclusão das pessoas de ascendência africana. Nossos parceiros donatários defenderam a inclusão dos afrodescendentes nos censos de vários países, como Uruguai, Paraguai, Brasil, Argentina e Peru. Com o apoio da IAF, um parceiro donatário hondurenho garantiu uma resolução das Nações Unidas que proclamou o período de 2015-2024 como Década Global das Pessoas de Ascendência Africana.
  • Fizemos uma parceria com organizações de diáspora baseadas nos E.U.A. iniciada em 2001 para alavancar fundos de desenvolvimento em seus países de origem, muito antes do campo de desenvolvimento internacional se mover nessa direção.

Perguntas sobre subvenções

Qual é o valor de uma doação da IAF e quanto tempo ela dura?2020-11-16T11:42:56-05:00

O tamanho de nossas doações depende das necessidades da organização proponente e do valor dos recursos de contrapartida mobilizados.

Nossa doação média é de US$280.000, com duração de quatro anos. As doações recentes variaram de US$50.000 a US$400.000, de um a quatro anos. Atualmente, não financiamos solicitações com valores abaixo de US$25.000 ou acima de US$400.000.

Quando minha organização deve receber uma resposta para a proposta?2020-11-16T11:50:07-05:00

Confirmaremos o recebimento de sua proposta assim que a recebermos. Dentro de seis a nove meses, notificaremos você sobre o status da proposta. Caso não tenha notícias nossas, isso significa que ainda não decidimos sobre o financiamento.

Antes de decidir sobre o financiamento, nossos representantes visitarão a organização candidata e a(s) comunidade(s) para conhecer os residentes e iniciar um diálogo sobre as atividades propostas. Geralmente, as organizações ajustam suas propostas originais durante este processo. Caso deseje verificar o status de sua proposta, envie um e-mail para proposals@iaf.gov e inclua a data em que a enviou para nós, o nome e sigla de sua organização e seu país.

Qual é o prazo para o envio de uma proposta?2020-12-14T13:17:45-05:00

Aceitamos candidaturas continuamente. Não há um prazo.

Minha organização pode enviar diversas propostas?2020-12-14T13:28:06-05:00

Sim, sua organização pode enviar quantas propostas desejar. No entanto, é raro financiarmos mais de um projeto por vez para a mesma organização.

Como minha organização pode garantir que vocês considerarão nossa proposta?2020-12-14T13:33:35-05:00

Consideramos somente as propostas que são enviadas no formato apropriado e remetidas por e-mail para proposals@iaf.gov com o nome do país na linha de assunto do e-mail.

O que significam as menções a “estrutura administrativa” e “estrutura operacional” na solicitação?2020-12-14T13:37:47-05:00

Por “estrutura administrativa”, queremos nos referir à forma de liderança de sua organização. Por exemplo, você pode ter um conselho de diretores, uma assembleia geral, um conselho fiscal e/ou um principal executivo.

Por “estrutura operacional”, nos referimos a como sua organização divide o trabalho. Por exemplo, sua estrutura operacional pode incluir uma equipe educacional, uma equipe de comunicação e um departamento administrativo.

Na solicitação, o que significa a pergunta sobre a composição de uma organização?2020-12-14T13:45:05-05:00

Por “composição”, nos referimos às pessoas que formam a organização. Por exemplo, uma associação é feita de membros e também pode incluir voluntários e outras pessoas interessadas.

Orçamentos da doação

Que porcentagem do doação total pode financiar despesas gerais (administração, honorários profissionais, despesas operacionais, salários e materiais)?2020-12-14T13:53:54-05:00

Em geral, não financiamos propostas que exijam mais de 50 por cento em despesas gerais. Geralmente, quanto menor o peso das despesas gerais, mais competitiva é a proposta.

As doações da IAF podem incluir salários?2020-12-14T14:01:06-05:00

Sim, salários são qualificados como despesas.

Que porcentagem vocês esperam como financiamento de contrapartida?2020-12-14T14:23:15-05:00

Exigimos que o financiamento de contrapartida seja parte do orçamento de seu projeto, mas não pedimos um valor mínimo. Entretanto, as propostas com maior financiamento de contrapartida são mais competitivas. Lembre-se de que você pode incluir doações em dinheiro ou em bens como contrapartida, incluindo terrenos, suprimentos, infraestrutura, trabalho e espaço de escritório, armazenamento e reuniões.

Que despesas administrativas minha organização pode incluir no orçamento proposto?2020-12-14T14:28:09-05:00

Permitimos as seguintes despesas administrativas:

  • operações
  • aluguel
  • serviços públicos
  • seguro
  • salários
  • equipamentos e suprimentos de escritório
  • outros custos (orientações listadas no formulário de orçamento proposto na seção “Orçamento”).

Elegibilidade para doações

Vocês financiam propostas em todos os países da América Latina e do Caribe?2020-12-14T14:33:39-05:00

Atualmente, não podemos financiar organizações localizadas na Venezuela ou em Cuba. Como Porto Rico faz parte dos Estados Unidos, também não podemos financiar projetos neste local.

Minha organização tem um escritório de campo no país onde o projeto será realizado, mas nosso escritório principal fica localizado em outro lugar; sendo assim, nossa proposta será considerada?2020-12-14T14:37:36-05:00

Sim, seu escritório de campo pode enviar a proposta. Se o escritório principal contribuir com fundos, eles poderão ser incluídos como recursos de contrapartida para a doação.

Uma universidade pode solicitar um financiamento?2020-12-14T14:40:39-05:00

Tecnicamente, uma universidade privada local pode solicitar um financiamento se seu projeto cumprir todos os nossos critérios de elegibilidade publicados, incluindo liderança comunitária e impacto social. Uma universidade pública não pode solicitar financiamentos de nossa fundação diretamente, mas pode formar uma parceria com uma organização elegível.

Porém, antes que sua universidade dedique tempo para fazer uma solicitação, tenha em mente que raramente financiamos projetos enviados por universidades. Em geral, levamos mais tempo do que um ano acadêmico para analisar as propostas e liberar os fundos, e por isso os grupos de estudantes que buscam fundos para seus projetos não os recebem a tempo.

Uma entidade governamental municipal pode solicitar um financiamento?2020-12-14T14:43:43-05:00

Embora encorajemos que nossos parceiros donatários trabalhem com entidades governamentais locais e municipais, não financiamos projetos governamentais diretamente.

Vocês financiariam um projeto de construção?2020-12-14T14:46:06-05:00

Considerando que nossos critérios são de que as iniciativas precisam ser sustentáveis, não costumamos financiar propostas em que a maior parte do orçamento e das atividades têm como foco a construção.

Compartilhe informações sobre o desenvolvimento da comunidade!

Notícias e Histórias Recentes

Go to Top